Coletivo SD

PROJETO: Itinerário SD 0.5 (SM-PoA)

Itinerário SD 0.5 (SM-PoA) consiste em um plano seqüencial de intervenções artísticas e registros vídeo/fotográficos elaborado a partir de um objeto com estrutura montável, intitulado “SD 0.5”, em paisagens de interesse. Seu meio de produção não só compreende o espaço urbano de Porto Alegre como também envolve o percurso rumo à capital (BR 290), iniciado no município de Santa Maria. Tem como finalidade desenvolver uma prática artística transitante e complementar em diferentes territórios e panoramas.

ESTRATÉGIA DE AÇÃO:

O projeto consiste em um plano seqüencial de intervenções artísticas e registros vídeo/fotográficos pautados por uma prática transitante e complementar. Seu meio de produção não só compreende o espaço urbano de Porto Alegre como também envolve o percurso rumo à capital (BR 290), iniciado no município de Santa Maria.

Neste trajeto, a proposta prevê marcações específicas da paisagem com a inserção de um objeto montável, intitulado SD 0.5. Os atributos estruturais – em forma e concepção – do objeto em questão fazem referência proporcional (em 1:2) às dimensões físicas do Espaço-Suporte, local de exposições artísticas da Sala Dobradiça em Santa Maria. Com base em tal elaboração, o procedimento itinerante de intervenções busca estabelecer um deslocamento poético/simbólico do referencial, como modo de ampliar seu senso contextual e reforçando sua inclinação fundamental de criar/estender diferentes formatos expositivos.

Os registros de ação serão pensados de modo a compor um conjunto esteticamente coeso e, momentos após a execução, serão disponibilizados para acesso aberto na internet (sob o endereço virtual http://twitpic/saladobradica). Este movimento coletivo de produção e atualização online confere ao projeto uma prática artística contínua, complementar e acompanhada. Trata-se de um procedimento cujas etapas, em sua totalidade, adquirem importância enquanto processo e elemento estético/estrutural.

O Itinerátio SD0.5 (SM-PoA), por suas características, em um só tempo, contribui para potencializar questões fomentadas pela Sala Dobradiça – lugar pelo qual se originou o Coletivo SD – bem como apresenta uma proposta artística direcionada ao desenvolvimento poético/reflexivo de noções como território, processo criativo e acesso.

Estrutura/Elementos do Projeto

• Objeto montável SD 0.5;

• Expedição do Coletivo SD pela BR 290 (em transporte van, alugada pelo grupo), iniciada em Santa Maria com a finalidade de executar o plano de intervenções em panoramas de interesse;

• Intervenções na cidade de Porto Alegre envolvendo momentos selecionados presencialmente no Largo Glênio Peres e Centro;

• Registro em vídeo e fotografias a partir de uma estética específica;

• Atualização online, em tempo real dos resultados fotográficos obtidos através do endereço virtual http://twitpic.com/photos/saladobradica;

• Pós-produção com a criação de animação a partir da sistematização contida no conjunto de registros fotográficos.

LOCAIS:

No trajeto rodoviário BR 290, entre Santa Maria e Porto Alegre: rápidas paragens para inserção do SD 0.5 e registros vídeo/fotográficos;

Em Porto Alegre: Largo Glênio, Centro e Parque Farroupilha

Este slideshow necessita de JavaScript.

SOBRE A EXPERIÊNCIA_SEU:

http://saladobradica.blogspot.com/2010/07/sala-dobradica-na-semana-experimental.html

Nos dias 20 e 21 de junho a Sala Dobradiça participou da Semana Experimental Urbana (SEU), em Porto Alegre. O grupo foi um dos 26 escolhidos para participar desse evento focado em intervenção urbana, que aconteceu de 19 a 26 de junho. A participação no evento marca um momento importante para a Sala Dobradiça, pois mostra o resultado de um trabalho coletivo iniciado esse ano, momento em que o espaço/grupo teve sua dinâmica reelaborada.

Criada e coordenada durante um ano por Alessandra Giovanella e Elias Maroso, a Sala Dobradiça teve, num primeiro momento, suas atividades ligadas a um espaço-suporte que era disponibilzado aos artistas (convidados ou selecionados) para que estes o repensassem/recriassem. No final desse primeiro ano a Sala já teve seu caráter alargado através de uma expansão de suas atividades para além do espaço-suporte. E esse caráter de expansão, no início do presente ano, foi reforçado através do convite para que outros artistas se juntassem à Sala dobradiça para repensá-la, coordenando-a coletivamente.

É dessa Sala Dobradiça, com seu caráter um pouco modificado e com a coordenação coletivada, que nasce o projeto Itinerário SD 0.5, uma ação que envolveu a criação de um protótipo do espaço-suporte com suas dimensões reduzidas pela metade e a inserção desse protótipo na paisagem, criando um plano sequencial de intervenções e registros que formarão posteriormente um stopmotion. A proposta vai ao encontro de algumas questões de interesse da Sala Dobradiça como a expansão de espaços expositivos, o pensar o espaço da arte em nossa sociedade, em nossas cidades e tange inclusive a questão: “o que é arte”, questionando sua validade ao fazer com que um protótipo de um espaço expositivo “enquadre” as mais variadas paisagens. Essa inserção do objeto na paisagem foi realizada no itinerário entre Santa Maria e Porto Alegre e também em espaços públicos da última. Partindo de Santa Maria, as 6h do dia 20, o grupo fez três paradas durante o trajeto para realizar a ação.

Chegando em Porto Alegre, a atividade que estava prevista para o dia 20 à tarde não aconteceu devido à utilização da Praça onde estava prevista a ação com a veiculação do jogo do Brasil. No entanto, nessa noite foi proposta uma conversa entre todos os participantes do SEU, no QG da Travessa dos Venezianos, o que se tornou um momento interessante para conhecer os outros participantes da Semana Experimental, trocar experiências com outros coletivos de arte e discutir a participação destes em redes colaborativas que extrapolam o âmbito da arte.

O encontro com os outros participantes pôde acontecer também no dia seguinte devido à realização de intervenções concomitantes nas praças. Como várias ações estavam previstas para o Largo Glênio Peres – local onde a Sala Dobradiça permaneceu pela maior parte do tempo, na segunda-feira, dia 21 – as intervenções puderam interagir umas com as outras.

Compensando a não realização da atividade prevista no dia anterior, o dia 21 foi movimentado e a SD 0.5 pôde ocupar diversos espaços da cidade de Porto Alegre: Parque Farroupilha, Largo Glênio Peres, Praça XV, Praça da Alfândega e Cais do Porto

Sobre o Coletivo SD (Sala Dobradiça) http://www.saladobradica.blogspot.com

O Coletivo SD é constituído por artistas e produtores culturais que possuem como interesse comum a realização de propostas artísticas e curatoriais direcionadas a flexões poéticas do espaço e à formulação de possíveis formatos expositivos.

Composto atualmente por onze membros residentes em Santa Maria, situa seu marco de origem na concepção da Sala Dobradiça, inicialmente configurada como uma proposta de espaço expositivo para trabalhos site specific, desenvolvendo-se gradualmente em um coletivo de ações em outros territórios.

Munido por um senso de construção coletiva, desenvolve as atividades em artes visuais no Macondo Coletivo, coletivo maior de artes integradas, ponto referencial sul do Circuito Fora do Eixo.

Sobre o Macondo Coletivo http://www.macondocoletivo.com

O Macondo Coletivo é um agrupamento de pesquisadores e gestores culturais empenhados em abordar a arte, a comunicação e o conhecimento desde uma perspectiva ampla, com base na troca constante entre agentes diversos da cadeia produtiva da cultura. Vinculado ao Circuito Fora do Eixo, do qual é ponto referencial na região sul do país, o Macondo Coletivo tem na bagagem a produção de festivais (Macondo Circus: http://www.macondocoletivo.com, Fetism: http://www.fetism.blogspot.com) o agenciamento de bandas, a organização de mostras e exposições e a pesquisa em tecnologias sociais. Com sede em Santa Maria, é hoje um dos dinamizadores da cena cultural na cidade, mobilizando frentes de trabalho que potencializam a produção local e a formação de circuitos independentes.

Sobre o Circuito Fora do Eixo http://www.foradoeixo.org.br

Circuito Fora do Eixo é uma rede de trabalhos concebida por produtores culturais das regiões centro-oeste, norte e sul no final de 2005. Começou com uma parceria entre produtores das cidades de Cuiabá (MT), Rio Branco (AC), Uberlândia (MG) e Londrina (PR), que queriam estimular a circulação de bandas, o intercâmbio de tecnologia de produção e o escoamento de produtos nesta rota desde então batizada de “Circuito Fora do Eixo”.

A rede cresceu e as relações de mercado se tornaram ainda mais favoráveis às pequenas iniciativas do setor da música, já que os novos desafios da indústria fonográfica em função da facilidade de acesso à qualquer informação criou solo ainda mais fértil para os pequenos empreendimentos, especialmente àqueles com características mais cooperativas.

Iniciativas como o Cubo Card, de Cuiabá, ou os festivais que se proliferavam em toda a rede mostraram ser possível produzir em escala auto-sustentável, pautando-se sobretudo no contato direto com produtores de outros estados, através de uma rede de informações e sob uma lógica da união de pequenos em prol de grandes ações.

Daí iniciativas como o Grito Rock América do Sul, que já vem demonstrando avanço nas relações com a América Latina (Em 2010, das 74 cidades participantes, 4 são de cidades provenientes da Argentina, Bolívia e Uruguai) e também o Festival Fora do Eixo, que em 2010 será mais uma vez capitaneado em São Paulo, o maior centro logístico do país.

Sem contar, finalmente, o Portal Fora do Eixo, que inaugurou uma tão almejada etapa de ocupação de espaços mais bem estruturada na web, facilitando assim o acesso do público ao numeroso banco de dados que vem sendo engendrado pelo circuito em todo o país.

 

Em fevereiro, o Portal entra em uma nova fase, sendo inaugurado em formato de Portal de Noticias e Rede Social, permitindo uma maior troca de tecnologias. Participe desta rede!

 

LINKS:

www.saladobradica.blogspot.com

www.postizo.blogspot.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s