Wolder Wallace

PROJETO: BRINDE

“brinde” é uma performance que se propõe alterar a rotina dos transeuntes através de uma ação artística de cunho político onde o performer corporifica uma figura sem identidade particular (corpo seminu, trajando apenas uma cueca e com a cabeça totalmente enfaixada), deitado imóvel (movendo-se ocasionalmente, sempre insinuando uma atitude indiscernível e não concretizada, apenas um mero esforço insuficiente) sobre um tecido posto no centro de uma instalação de taças (metade com líquido amarelo, metade com líquido verde). Ao cabo de uma hora, o performer levanta-se, descobre a cabeça e, após um breve discurso a favor da democracia, da república e das liberdades de pensamento e de crença, convida os passantes para um brinde aos valores contraditórios da República Federativa do Brasil. Em seguida, oferta as taças aos
participantes como estímulo carinhoso à reflexão sobre os afetos sociais.

LOCAL:
Largo Glênio Peres

Wolder Wallace [Recife – PE]
1 – para ninguém vermelho (performance trágica): 2004 – alto josé do pinho;
2005 – bar burburinho; 2006 – nascedouro de peixinhos;
2007 – pátio de são Pedro; 2009 – praça do carmo, olinda.
2 – proto excesso artístico: 2005 – bar garagem; 2006 – spa das artes: what’s
happening?
3 – vermelho pelas ruas (c/ grupo re:combo): 2006 – spa das artes
4 – lastro para fisionomias submersas (c/ grupo re:combo): 2006 – porto
musical
5 – brinde: 2006 – linda: arte em toda parte; 2007 – festival portal da índia, são
José do Egito; 2009 – spa das artes.
6 – ambientes psicológicos: 2007 – festival de dança contemporânea (centro
apolo-hermilo)
7 – clínica contemporânea: 2008 – festival de dança contemporânea (centro
apolo-hermilo)
8 – trancado, sem rosto e atirando bombas: 2008 – olinda: arte em toda
parte
9 – infiltrações dimensionais 1 (teatro apolo/galerias massangana e baobá –
FUNDAJ) – obs.: ação “terrorista”
10 – infiltrações dimensionais 2 (teatro Apolo) obs.: ação “terrorista”
11 – curso: 2007 – spa das artes (intervenção urbana);
2008 – festival fora do eixo – DF
outras atividades: desenho, vídeo, pintura, música, literatura…

Este slideshow necessita de JavaScript.

SOBRE A EXPERIÊNCIA_SEU:

brinde

1 – ocupar um espaço público com uma proposta de arte tacitamente política não é algo simples para mim, pelo contrário. mas se o faço é por considerar a idéia uma exigência íntima – além de social.  brinde é uma performance que se propõe elogiar os valores democráticos e republicanos (por meio das cores nacionais e do texto proferido no final), de questionar o custo social de ser brasileiro (através do corpo seminu e do rosto oculto) e, também, de valorizar o espaço público como território de arte acadêmica (neste caso, arte contemporânea). no mais, é usufruir a delícia de se relacionar com a população de uma maneira afetuosa (dando aos espectadores fragmentos da obra como singela lembrança).

2 – pisar no solo do rio grande do sul é algo especial para um pernambucano radicado que se orgulha do local em que vive. de alguma forma estes dois estados dialogam para além do eixo rio-são paulo (sem nenhum ranço xenófobo ou preconceituoso).

3 – por fim, cabe exaltar a iniciativa coletiva da Semana Experimental Urbana de criar condições para que artistas do brasil e do estrangeiro possam se conhecer e homenagear porto alegre com suas obras. agradeço a todos e em especial a rodrigo, camila e manuela.
afetuosamente,

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s